Rede Internacional de Imóveis

Notícias | SIL


Postado em 26/abr/2018

Salão Imobiliário de Portugal de 2018: mais 27% de expositores


 

A edição do Salão Imobiliário de Portugal (SIL) de 2018 deverá contar com um aumento de 27% do número de expositores, em relação a 2017, num total de 350, foi hoje anunciado na apresentação do evento de Outubro.

Entre 3 e 7 de outubro, na FIL – Feira Internacional de Lisboa, a organização espera chegar aos 65 mil visitantes, numa subida de 26% em relação à edição anterior, enquanto o número de investidores estrangeiros deverá ter um incremento de cerca de 43% em relação a 2017, para chegar aos 150, segundo Sandra Fragoso, gestora do evento.

Entre as novidades do SIL estão encontros de investidores internacionais, um programa de reuniões privadas de compradores estrangeiros e o evento ‘I choose Portugal’ (Eu escolho Portugal), com testemunhos de cidadãos que escolheram o país para habitar.

Também na lista de novidades está a SIL Cidades, que este ano terá o Seixal como cidade convidada, e o “roteiro das promoções”, que inclui condições especiais para compras de casas no salão, actividades dirigidas às famílias e um leilão imobiliário.

Presente na conferência de imprensa, o presidente da Câmara Municipal do Seixal, Joaquim Santos, considerou que também há oportunidades na margem Sul do Tejo, e enumerou vários projectos que serão apresentados no SIL como a requalificação da antiga fábrica de cortiça Mundet num hotel, a transformação da propriedade Quinta da Trindade do século XV em hotel, o porto de recreio do Seixal e o hotel Largo dos Restauradores e o eco ‘resort’ da Ponta dos Corvos.

O presidente do Conselho Estratégico do SIL, Luís Lima, antecipou que a margem Sul é a região com “mais potencial para captar investimento estrangeiro”, até pela falta de produto que existe em Lisboa.

Entre as actividades do SIL continuarão a bolsa de arrendamento, o SIL serviços, conferência/congresso do sector imobiliário, encontro nacional das redes/marcas, acções de formação e apresentações técnicas e comerciais.

Serão entregues prémios para personalidade, autarquia, arquitecto, engenheiro e, pela primeira vez, o “MIA-Major Investment Award”, para distinguir o maior investimento estrangeiro no sector imobiliário.

Na apresentação foi recordado que, em 2017, o investimento estrangeiro representou 20% do total das transacções no sector habitacional, com liderança de franceses (29%). Seguiram-se brasileiros (19%), ingleses (11%), chineses (9%) e angolanos (7,5%).

No Porto e em Lisboa a liderança foi de naturais do Brasil, enquanto no Algarve os maiores investidores foram franceses.

Em 2018, a SIL esteve já presente em dois eventos internacionais, nos Estados Unidos e na China, e marcará presença em Paris, na 7.ª do Salão Imobiliário e de Turismo Português, e em Moçambique.

No evento de Paris, em Maio, os objectivos são 20 mil visitantes e 230 expositores e haverá, pela primeira vez, reuniões B2B com investidores franceses.

Fonte: Diário Imobiliário